+351 21 790 8300 ext. 1496
cesem@fcsh.unl.pt

O Teatro de S. Carlos: As Artes do Espectáculo em Portugal

Projecto financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (PTDC/EAT/70038/2006), a iniciar em 2007. EQUIPA: David Cranmer, Alessandra Campana, Gabriela Cruz, Luisa Cymbron, Paula Gomes Ribeiro, Paulo Ferreira de Castro, Roger Parker, Susan Rutherford.
O Teatro de S. Carlos: As Artes do Espectáculo em Portugal

(Projecto financiado pela FCT: ref. PTDC/EAT/70038/2006)

image_preview

Resumo

Inaugurado em 1793, o Teatro de São Carlos de Lisboa foi, até aos anos 30 do século XX, um importante espaço dedicado às artes do espectáculo – tendo acolhido ópera, ballet, música de concerto e, esporadicamente, outros tipos de espectáculos – e o farol da cultura musical portuguesa. Da experiência sonora do teatro brotaram tradições locais de composição e de interpretação musical, assim como se consolidaram gostos e atitudes perante o facto estético que deixaram marca noutras áreas da produção cultural contemporânea, entre as quais a literatura, o teatro e as artes visuais. As tradições cosmopolitas da ópera e do ballet – que o teatro albergou ao longo de mais de dois séculos – desvendaram ao público português uma certa experiência da modernidade. No entanto a riquíssima contribuição do São Carlos para a consolidação do discurso e das práticas culturais modernas em Portugal é ainda tema ausente nas mais recentes narrativas sobre o período. Impõem-se, portanto, reposicionar as artes do espectáculo na vanguarda da nossa consciência histórica. Este é, naturalmente, um projecto de longa duração e que, dada a natureza multimédia do espectáculo em causa, requer um envolvimento multidisciplinar significativo. O presente projecto inicia a investigação nesta área em duas frentes, desenvolvendo o trabalho de base fundamental para a elaboração futura de uma história do teatro, onde se incluirão a ópera e o bailado, e que se espera possa vir a ser um contributo significativo para uma nova historiografia da cultura portuguesa moderna assim como para a história moderna destes dois géneros musicais.

Actividades de pesquisa a desenvolver

  • Iniciar uma série de edições críticas de ópera portuguesa;
  • Coligir e digitalizar a literatura crítica sobre ópera e as fontes iconográficas relevantes (nos próximos três anos os esforços nesta área concentrar-se-ão no estudo de quatro publicações periódicas as quais contêm documentação preciosa relativa à presença de cantores em Portugal e à recepção local das obras mais marcantes do repertório operático entre 1830 e 1930);
  • Digitalizar e catalogar os documentos iconográficos localizados relativos ao Teatro de São Carlos;
  • Catalogar e digitalizar as primeiras gravações de ópera e gravações de espectáculos levados a cabo em São Carlos actualmente depositadas nos arquivos da RDP-2. Toda a documentação será integrada na base multimédia do Centro de Estudos de Sociologia e Estética da Música (CESEM), com o objectivo de a disponibilizar online.

Objectivos de produção nos três primeiros anos

Contribuir para uma nova historiografia da ópera em Portugal através de:

  • a publicação de estudos recentes sobre o Teatro de São Carlos;
  • o desenvolvimento de critérios de edição operática normativos para futuro trabalho editorial sobre ópera portuguesa;
  • a edição e publicação de partituras de ópera (completando quatro nos primeiros três anos);
  • a criação de um fórum de discussão multidisciplinar sobre historiografia e metodologia critica da ópera no âmbito das artes do espectáculo;
  • a organização de colóquios, simpósios e seminários que sendo interdisciplinares e internacionais, contribuirão significativamente para a formação avançada e de pós-graduação na área da musicologia, para o desenvolvimento nacional da actividade de edição musical e para o desenvolvimento da historiografia e estudo crítico das artes do espectáculo.

Equipa de investigação

Investigador responsável: David Cranmer E-mail: cranmer@netcabo.pt

Colaboradores: Alberto Pacheco, Gabriela Cruz, Luísa Cymbron, Paula Gomes Ribeiro, Paulo Ferreira de Castro

Bolseiros: Cristina Cota, Luís Santos, Rui Pinto

Consultores: Roger Parker (King’s College, London), Susan Rutherford (Manchester University, Manchester), Alessandra Campana (Tufts University, Boston)

Instituições participantes

Teatro Nacional de São Carlos

Museu da Música

Artigos relacionados ao Teatro de S. Carlos

Revista Portuguesa de Musicologia

Vol. 1 (1991)

David Cranmer, « Intercâmbio entre Portugal e Espanha no Campo da Ópera entre 1793 e 1828», 205-10.

Vols. 4-5 (1994-1995)

Luísa Cymbron, « O Teatro de S. João do Porto: novos dados sobre o seu funcionamento (1834-1876)», 147-66.

Vols. 7-8 (1997-1998)

José-Augusto França, « A Ópera na vida cultural lisbonense do Romantismo», 199-202.

Vol. 10 (2000)

David Cranmer, « Operatic relations between Portugal and London during the Napoleonic period», 11-30.

Francesco Esposito, « Lisbona 1822: la vita musicale attraverso la stampa peridodica», 31-82.

Luísa Cymbron, « Entre o modelo italiano e o drama romântico – os compositores portugueses de meados do século XIX e a ópera», 117-50.

Gabriela Gomes da Cruz, « L’Africaine ‘s savage pleasures: Operatic listening and the Portuguese historical imagination», 151-180.

Teresa Cascudo, «A década da invenção musical de Portugal (1890-1899)», 181-226.

Luís Raimundo, « Para uma leitura dramatúrgica e estilística de Serrana de Alfredo Keil», 227-74.

Vol. 11 (2001)

David Cranmer, « World premières at the Teatro de São Carlos during its first 50 years», 75-80.