+351 21 790 8300 ext. 1496
cesem@fcsh.unl.pt

Confluências Culturais na Música de Alfonso X

Projecto, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (POCTI/EAT/38623/2001) , 2005-2008. EQUIPA: Manuel Pedro Ferreira, Rui Araújo. PARCERIA INSTITUCIONAL: Center for the Study of the Cantigas de Santa Maria, Oxford University.

Pressupostos do projecto

A colecção de 419 Cantigas de Santa Maria compostas na corte de Alfonso X de Leão e Castela na segunda metade do séc. XIII é crescentemente reconhecida como um marco fundamental quer na cultura peninsular (incluindo a esfera galego-portuguesa), quer na cultura europeia (pela confluência, aí verificada, da cultura cristã com a cultura islâmica da área andaluza).

Nesse repertório (definitivamente constituído por volta de 1285) observa-se pela primeira vez, trinta anos antes da Ars Nova , um esforço continuado para representar por escrito um grande leque de ritmos musicais, e promovem-se dois tipos de forma musical associados à cultura do sul da Península, dos quais o tipo mais importante, conhecido por danza ou virelai , acabaria por ser adoptado em grande parte da Europa a partir de c. 1300.

Infelizmente, apesar dos avanços representados por trabalhos recentes (Ferreira 1993 e ss.), estes aspectos estão longe de terem recebido uma atenção sistemática, e a importância deste repertório na História da Música Europeia não suscitou ainda, devido à sua marginalidade geográfica e linguística, o investimento científico que merece.

A única edição integral das melodias das CSM no século XX foi publicada em 1943, com uma grande quantidade de erros; as reproduções facsimiladas dos manuscritos To e E publicadas em 1922 e 1964, respectivamente, foram retocadas e modificadas, e a do manuscrito T, datada em 1979, não é suficientemente legível. Os microfilmes existentes não reproduzem com clareza os detalhes mais finos da notação medieval.

Isto significa que a comunidade científica não tem acesso ao conteúdo integral das fontes, o que impede o progresso na sua interpretação. O projecto pretende tornar acessível à comunidade científica, em formato electrónico, na Internet, o conjunto dos dados paleográficos coligidos, de modo a que o conteúdo musical dos manuscritos fique permanentemente acessível aos estudiosos sem necessidade de recorrer ao original.

Objectivos do projecto

O presente projecto de investigação, iniciado em finais de 2004, pretendeu levar a cabo um levantamento de carácter paleográfico e analítico sobre os vestígios de confluência cultural na notação musical dos manuscritos conservados.

1 Em primeiro lugar, tratava-se de examinar os originais (em Madrid e no Escorial) a fim de verificar os detalhes notacionais até agora não acessíveis; de transcrever cada uma das versões manuscritas da música para suporte digital; e de compilar uma bibliografia exaustiva sobre a música das CSM e tópicos conexos.

2 Numa segunda fase, seriam revistas as transcrições obtidas; organizar-se-iam e analisar-se-iam os dados paleográficos de modo a caracterizar os vários elementos notacionais e esclarecer o seu uso; e seria ideada uma base de dados especialmente concebida para comparações com base na notação original.

3 Numa terceira fase, ir-se-ia proceder a uma contextualização histórica e cultural da notação musical destas fontes, ao mesmo tempo que seriam introduzidos os dados notacionais de cada um dos três manuscritos na base de dados, e que seriam colocados na Internet os resultados da transcrição paleográfica, livremente descarregáveis.

A poucos meses do final do projecto, a primeira fase foi concluída, da segunda fase, só a revisão não chegou ao seu termo, e a terceira está em curso.

10 de Abril de 2008

Equipa de investigação

Investigador responsável: Prof. Doutor Manuel Pedro Ferreira ( mpferreira@fcsh.unl.pt )

Assistente de investigação: Rui Araújo ( rui.a.f.araujo@clix.pt )

Consultor externo: Prof. Doutor Stephen Parkinson, Oxford University

Edições paleográficas (ex.: CSM 36):

Poderão aqui ser comparadas três versões manuscritas da mesma cantiga (embora a numeração não coincida: é a nº 36 nos códices E e T hoje no Escorial, e nº 37 no códice conservado em Madrid, To). As edições paleográficas digitais estarão em breve disponíveis para descarregamento através do website do CESEM.

Ferramentas do projecto:

Reproduz-se abaixo um exemplo da janela de inserção da base de dados MedievalMusic , desenvolvida no âmbito do projecto para permitir a pesquisa de figuras musicais (e por implicação, perfis rítmicos), de notas e de intervalos no corpus musical das CSM. Esta ferramenta, uma vez concluída a introdução dos dados, poderá ser utilizada presencialmente no CESEM, mediante solicitação, por investigadores credenciados.

Actividades do projecto:

A 14 de Junho de 2007, realizou-se uma Mesa-Redonda Internacional sobre a música das CSM (veja-se cartaz abaixo). Algumas das comunicações apresentadas serão em breve publicadas online.

Bibliografia (disponível para consulta no CESEM, salvo indicação em contrário)

Comunicações:

Rui Araújo:

«A interpretação das fontes medievais galego-portuguesas», Jornadas Medievais, Sesimbra, Junho 2006.

Manuel Pedro Ferreira:

«Understanding the Cantigas: Preliminary Steps», PMMS – Conference on Medieval Song, Oxford, 28 de Abril de 2007.

«A originalidade das Cantigas de Santa Maria e o papel de Afonso X : um ponto de vista musical», VII Encontro Internacional de Estudos Medievais-EIEM (Fortaleza, Ceará, Brasil, 3-6/7/2007)

«The Notation of the Cantigas de Santa Maria », 18th Congress of the International Musicological Society (Zurique, 10-15/7/2007)

Publicações:

Manuel Pedro Ferreira:

«Alfonso X, compositor» in Alcanate: revista de estúdio alfonsíes, nº 5, (2006-2007), pp. 117-38.

«A propósito de uma nova lectura de la música das Cantigas de Santa María» in Alcanate: revista de estúdio alfonsíes,  nº 5, (2006-2007), pp. 307-15.

«A conjunção de música e poesia na Península Ibérica, da Idade Média ao Renascimento» in Concerto das Artes, Porto: Campo das Letras, 2007, pp. 421-45.

Rui Araújo:

«A problemática das fontes da lírica musical medieval galego-portuguesa» in I Congreso Galego Mocidade Investigadora, Universidade de Santiago de Compostela, Santiago de Compostela, 2007, pp. 265-70.

Publicações colectivas:

Campbell, Alison, «Song and source in the Cantigas de Santa Maria» in Performance Online: Revista de Interpretação Musical, Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical/FCSH-UNL – Unidade Investigação em Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, nº 3, 2008. [http://www.performanceonline.org/pt/edicao_actual.html; no prelo]

Cohen, Judith, «’Ey-m’ acá!’ Cantigas Performance Practice in non-Specialist Settings: an Ethnomusicologist-Performer-Educator Perspective» in Performance Online: Revista de Interpretação Musical, Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical/FCSH-UNL – Unidade Investigação em Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, nº 3, 2008 [http://www.performanceonline.org/pt/edicao_actual.html; no prelo]

Ferreira , Manuel Pedro, «Understanding the ‘Cantigas’: Preliminary Steps» in Performance Online: Revista de Interpretação Musical, Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical/FCSH-UNL – Unidade Investigação em Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, nº 3, 2008. [ http://www.performanceonline.org/pt/edicao_actual.html; no prelo]

Materiais úteis, descarregáveis em PDF:

Ferreira , Manuel Pedro, «Bases for Transcription: Gregorian Chant and the Notation of the Cantigas de Santa María» in Los instrumentos del Pórtico de la Gloria, II, 1993, pp. 573-620.

Ferreira , Manuel Pedro, «Iberian Monophony» in A Performer’s Guide to Medieval Music (ed. Duffin, Ross W.), Indiana University Press, Bloomington, 2000, pp. 144-57.

Huseby , Gerardo V., «Musical Analysis and Poetic Structure in the Cantigas de Santa Maria» in Florilegium Hispanicum: Medieval and Golden Age Studies Presented to Dorothy Clotelle Clarke (coord.: John S. Geary), Hispanic Seminary of Medieval Studies, Madison , WI, 1983, pp. 81-101.

Links úteis:

http://csm.mml.ox.ac.uk

http://www.medieval.org/emfaq/composers/cantigas.html

http://www.pbm.com/~lindahl/cantigas/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cantigas_de_Santa_Maria