+351 21 790 8300 ext. 1496
cesem@fcsh.unl.pt

Chamada para apresentações: VI Symposium on the Paradigms of Teaching Musical Instruments in the 21st Century

VI Simpósio sobre os Paradigmas do Ensino do Instrumento Musical no Séc XXI
16 – 18 de Maio de 2019
Departamento de Música
Universidade de Évora
Portugal

Sendo considerado dos poucos fórums dedicados à discussão e apresentação de investigação relacionada com o tópico do ensino de instrumento musical no presente e para o futuro, o simpósio internacional VI STMI – Symposium on the Paradigms of Teaching Musical Instruments in the 21st Century regressa nesta edição a Portugal após o V STMI ter-se realizado na Universidade de Federal de Goiás, no Brasil.

Após 10 anos da sua primeira edição, e tendo contado com a participação de palestrantes convidados como Maravillas Díaz, Lucy Green, Pam Burnard, Jane Ginsborg, a relevância destes encontros continua a assentar no visível e ainda desfasamento nos processos de ensino artístico e a produção artística da actualidade; sendo um exemplo flagrante disto, a música e em particular o ensino de instrumento. No ensino de muitos instrumentos musicais são ainda utilizadas técnicas, métodos e repertório com mais de um século. Desta forma, esquece-se assim quase toda a produção musical do séc. XX, dos dias de hoje, e aparentemente não se perspectiva o futuro.

De forma a contextualizar esta problemática e contribuir para delinear um panorama educacional de instrumento para o futuro, o VI STMI servirá de fórum para a apresentação de pesquisa e discussão de problemáticas do ensino de instrumento musical, abrangendo três grandes períodos cronológicos: (1) uma perspectiva do passado; (2) da actualidade; (3) para o futuro. Assim, para cada um destes grandes momentos cronológicos, o VI STMI irá receber palestrantes nacionais e internacionais das mais variadas áreas da investigação musical, como por exemplo mas não exclusivamente:

– musicologia histórica; práticas interpretativas; composição (e repertório); pedagogia (métodos e técnicas; ensino de ‘novos’ instrumentos; ensino não-formal e informal); ‘nova musicologia’ (estudos de género e novos estilos musicais; jazz, pop, MPB e world); novas tecnologias no ensino da música.

Palestra Keynote: A ser anunciada.

Informação relevante:

O Simpósio tem como idiomas oficiais: Português, Inglês e Castelhano.

  • As propostas para apresentação de artigos (20 min.) deverão incluir título, nome do autor(es), pequena(s) biografia(s), e resumo (max. 350 palavras), devendo ser enviadas até 20 de Janeiro 2019 para stmi@uevora.pt
  • Notificação sobre a aceitação por parte da comissão cientifica das propostas será enviada aos autores até 31 de Janeiro de 2019
  • Inscrição no Simpósio das propostas aceites entre 17 e 28 de Fevereiro de 2019, mediante o pagamento de uma taxa de inscrição no valor de 75€ (euros)

Outras questões deverão ser enviadas para: stmi@uevora.pt

https://cesemevora.hcommons.org/vi-stmi/

Coordenação Geral:

Eduardo Lopes (Universidade de Évora, Portugal)

Organização:

CESEM, pólo UÉvora-Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical, pólo da Universidade de Évora.

Organização local:

Ana Judite de Oliveira Medeiros

Ana Margarida Pinto Basto

Leonardo Victtor de Carvalho

Luís Henriques

Secretariado:

Maria Duarte Silva

 
Comissão Científica do VI STMI:

Ana Guiomar Rêgo Souza (Universidade Federal de Goiás, Brasil)

Anselmo Guerra (Universidade Federal de Goiás, Brasil)

António Ângelo Vasconcelos (Escola Superior de Educação de Setúbal, Portugal)

Benoît Gibson (Universidade de Évora, Portugal)

Eduardo Lopes (Universidade de Évora, Portugal)

Francisco Monteiro (Escola Superior de Educação do Porto, Portugal)

Helena Marinho (Universidade de Aveiro, Portugal)

Helena Rodrigues (Universidade Nova de Lisboa, Portugal)

Maravillas Díaz (Universidade do País Vasco, Espanha)

Noemy Berbel Goméz (Universidade das Ilhas Baleares, Espanha)

Paulo Gaspar (Escola Superior de Música de Lisboa, Portugal)

Paulo Vaz de Carvalho (Universidade de Aveiro, Portugal)

Tereza Raquel Alcântara-Silva (Universidade Federal de Goiás, Brasil)

Vanda de Sá (Universidade de Évora, Portugal)