+351 21 790 8300 ext. 1496
cesem@fcsh.unl.pt

Aline Medeiros

COLABORADOR

Aline Medeiros

Foto
Mestranda
alinetol-medeiros@hotmail.com
Nota Biográfica:

Aline Medeiros, nasceu em Rio de Janeiro, Brasil. Iniciou seus estudos na Escola de Música Villa-Lobos onde cursou curso livre de canto lírico, teoria musical, solfejo, história da música e harmonia. Concluiu em 2001 o curso Básico em Música na Escola de Música Villa-Lobos. Em 2008 ingressou na Faculdade Federal do Rio de Janeiro no curso de Bacharelado em Canto sob orientação do barítono Homero Velho. Na mesma universidade foi bolsista da Fundação José Bonifácio onde estagiou no setor de catalogação de partituras manuscritas durante um ano. Trabalhou como monitora de Canto Coral da classe da regente Valéria Matos, onde ministrava aulas de técnica vocal ao Coro. Em 2014 ingressou no Conservatório de Música Brasileiro – Rio de Janeiro onde terminou o curso de Bacharelado em Canto sob orientação da mezzo-soprano Patricia Peres e adquiriu também o diploma de Licenciatura em Música pela mesma instituição. Em 2015 prestou prova para a Escola Superior de Música de Lisboa mantendo aprovação no curso de Mestrado em Ensino da Música / Canto sob orientação do professor Luis Madureira. Atualmente, cursa o segundo ano do Mestrado e é bolsista do projeto CESEM no IPL.

PROJECTO DE PÓS-DOC/DOUTORAMENTO/MESTRADO
Título Mestrado: Dialogos entre a Psicologia e o ensino do Canto Lirico: unindo fios, tecendo relações e propondo possibilidades
Orientação:

Luis Madureira

Resumo:

Este presente tema tem como objetivo a investigação da relação entre a psicologia e o ensino do canto lírico. O objetivo geral é analisar através de referências bibliográficas de que forma essas ciências se relacionam entre si. Sabemos que a música gera sentimentos e emoções que ativam várias estruturas e partes do cérebro, que é o responsável pelas emoções e comportamento social, e ainda mais, há neste processo a liberação da dopamina responsável pela sensação do prazer. Nos processos de aprendizagem e cognição temos conhecimento de que a psicologia se encontra sempre presente fazendo uma ponte entre o concreto e o abstrato, gerando resultados de maneira mais satisfatória. No meu ponto de vista no ensino do canto podemos notar a atuação da psicologia de forma mais significativa do que em outros instrumentos. O canto não é um instrumento palpável e “concreto” onde somente com os nossos dedos podemos apertar determinada nota. Para se emitir um som, é necessário que uma série de “acontecimentos cerebrais” se desenvolvam. No ensino do canto o uso da psicologia é muito notório, seja no uso de metáforas ou imagens ou outros métodos psicológicos para a “visualização do som” acontecer. A psicologia é parte fundamental na construção da voz do cantor e na sua maneira de pensar seu instrumento. Através de muitas pesquisas e análises podemos confirmar que a união da psicologia e música faz com que os professores tenham resultado satisfatório e gratificante na arte de ensinar. Pretende neste trabalho pesquisar os mais diversos métodos de atuação da psicologia no campo do ensino e suas respostas a esses diversos tipos de mecanismos. Ainda, buscarei informações relevantes da atuação da psicologia no ensino do canto, fazendo-nos entender o quão profundo e extenso pode ser esse tema. Fazer um diálogo entre a psicologia e a música é unir saberes, tecer relações com bases e gerar possibilidades entre o concreto e o abstrato.

Grupo de Investigação:

Música Contemporânea