+351 21 790 8300 ext. 1496
cesem@fcsh.unl.pt

Márcio Páscoa

COLABORADOR

Márcio Páscoa

Professor Adjunto
marciopascoa@gmail.com
Nota Biográfica:

Graduado em Instrumentos Antigos (traverso e flauta de bisel) pelo Instituto de Artes da UNESP (1994), onde obteve Mestrado em Artes/Musicologia (1996), Doutorado pela Universidade de Coimbra (2003). Professor da Universidade do Estado do Amazonas desde 2001, coordena o Laboratório de Musicologia e História Cultural desta instituição desde 2005 e integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Letras e Artes da UEA. Colabora com  o Núcleo Caravelas do CESEM desde 2007. Possui 5 livros completos de sua autoria, além de produzir capítulos para livros de diversos autores. Editou a partitura de cinco óperas inéditas de autores brasileiros. Participa do corpo editorial e de pareceristas de revistas cientificas no Brasil, para as quais contribui episodicamente com textos. Possui atividade artística frequente, especialmente junto à Orquestra Barroca do Amazonas, privilegiando o repertório luso-brasileiro ou a ele relacionado, fazendo uso de instrumentos de época e abordagem de inspiração histórica. As áreas de investigação a que se dedica são: a música no espaço luso-brasileiro entre os séculos XVIII e XIX, com ênfase na ópera e na música instrumental; o estudo de tópicas e retórica como ferramenta de interpretação e análise; iconografia musical.

Publicações:

Música e musicologia, nota crítica em direção a uma heterotopia. In Musicologia(s). Série Diálogos com o Som (2016), Barbacena, EdUEMG

A casta de Lições, obra didática e musical de Pedro Lopes Nogueira (c.1700-d.1770). Anais do IV Simpósio de Musica Ibero-americana / I Congresso da Associação Brasileira de Musicologia (2016), Belo Horizonte, EdUFMG

Os trios de Avondano em Dresden, diálogos entre estilos e tópicas. Anais do IV Simpósio de Musica Ibero-americana / I Congresso da Associação Brasileira de Musicologia (2016), Belo Horizonte, EdUFMG

Retórica em teoria e prática no ambiente musical luso-brasileiro entre o século XVIII tardio e o início do século XIX. Atas do Congresso Internacional ‘Musica, Cultura e Identidade no Bicentenário da elevação do Brasil a Reino Unido’ (2016). Lisboa/São Paulo, UNL/USP

Vestir preto em concerto: breve nota iconográfico-musical. In: 3º Congresso Brasileiro de Iconografia Musical, 2015, Salvador. Iconografia, música e cultura: relações e trânsitos (2015). Salvador: Universidade Federal da Bahia

Grupo de Investigação:

Música no Período Moderno