+351 21 790 8300 ext. 1496
cesem@fcsh.unl.pt

Rita Faleiro

COLABORADOR

Rita Faleiro

Foto
Doutoranda
tita.faleiro@gmail.com
Nota Biográfica:

Rita Faleiro é doutoranda em Musicologia na Universidade de Évora, Mestre em Ensino da Música (Piano) pelo ISEIT – Almada, sob a orientação do Professor Doutor Paulo Oliveira, e Licenciada em Piano e em História – variante de Arqueologia pela Universidade de Évora. Trabalhou como professora de Piano em diversas instituições e conservatórios, tendo também organizado várias Masterclasses e concursos (como por exemplo o I Concurso Musical da Escola Básica e Secundária da Bemposta, ou a 1ª Masterclass de Piano da Bemposta com o pianista Miguel Sousa). Participou igualmente não apenas em múltiplas edições das Jornadas “Escola de Música da Sé de Évora” como também em vários workshops e masterclasses nas áreas do canto gregoriano (integrada nas Semanas de Estudos Gregorianos promovidas pelo Centro Ward de Lisboa), direcção coral (com maestros como Paulo Lourenço e Paulo Brandão) e piano, com pianistas conceituados como Filipe Pinto Ribeiro, Sequeira Costa ou ainda Liudmila Roschina. Actualmente o seu trabalho académico centra-se sobretudo na investigação de música sacra portuguesa de finais do séc. XVIII e inícios do séc. XIX, sendo o tema da sua tese de doutoramento o estudo, transcrição e análise dos salmos concertados produzidos e utilizados no serviço da catedral eborense, com a perspectiva de conseguir inserir criticamente este género musical no panorama musical português. Está actualmente integrada na equipa constituinte do projecto Música Sacra em Évora no séc. XVIII, pertencente à Universidade de Évora e em parceria com o CESEM – polo de Évora, sob a coordenação do Doutor Filipe Mesquita de Oliveira.

PROJECTO DE PÓS-DOC/DOUTORAMENTO/MESTRADO
Título Doutoramento: Os salmos concertados de compositores ao serviço da Sé de Évora na segunda metade do século XVIII e início do XIX: Estudo estilístico e enquadramento contextual.
Resumo:

A Sé de Évora foi considerada durante muito tempo um centro fulcral da música sacra portuguesa; porém, para a segunda metade do século XVIII/inícios do XIX poucos foram os estudos até agora realizados no que diz respeito à música utilizada no serviço da catedral. Pretende este estudo  contribuir para colmatar a lacuna ainda existente relativa ao conhecimento do contexto particular da música sacra produzida em Évora, mais concretamente na sua Sé. Partindo dos levantamentos previamente feitos dos manuscritos presentes no Arquivo da Sé, pretende-se efectuar a transcrição, estudo e inserção crítica dos salmos concertados da capela da catedral eborense (um género amplamente representado quer em quantidade, quer em períodos históricos no Arquivo das Músicas da Sé de Évora) na narrativa histórica do panorama musical português. Será inevitável efectuar-se uma acção comparativa das transformações estéticas e estilísticas sofridas pelos salmos, bem como a sua utilização ao longo do período cronológico indicado.

Grupo de Investigação:

Música no Período Moderno