(+351) 918832027/20
cesem@fcsh.unl.pt

Mário Trilha

COLABORADOR

Mário Trilha

Professor Adjunto
mariotrilha@gmail.com
Nota Biográfica:

Em 1995 obteve o Diploma em Música (Piano) na Universidade de Música do Rio de Janeiro, tendo realizado paralelamente estudos de análise e direção coral na Pro-Arte (Rio de Janeiro) sob orientação de Carlos Alberto Figueiredo. Em 1999 conclui o Mestrado em perfomance de Cravo (Künstlerisches Aufbaustudium), orientado por Christine Daxelhofer na Hochschule für Musik Karlsruhe (Alemanha). Entre 1998 e 2000 frequentou o curso superior de Cravo dirigido por Olivier Baumont no Conservatoire National de Région de Rueil-Malmaison (Paris, França) tendo obtido com a qualificação máxima o diploma superior (Medaille d’Or à l’Unanimité). Em 2003 finalizou os seus estudos de cravo e baixo-contínuo sob orientação de Jörg-Andreas Bötticher, clavicórdio Jean-Claude Zehnder e direcção com Hans Martin Linde na Schola Cantorum Basiliensis, Escola Superior de Música Antiga de Basileia, Suíça. Em Fevereiro de 2004 concluíu o mestrado em Teoria da Música Antiga sob orientação do Prof. Doutor Dominique Muller e do Prof. Markus Jans na Schola Cantorum Basiliensis, tendo sido bolsista do Ministério da Cultura do Brasil. Em Outubro de 2004 foi finalista no concurso “Promusicis” realizado no Carnegie Hall em Nova Yorque, Estados Unidos. Tem realizado vários recitais a solo e com diversas orquestras e ensembles no Brasil, Portugal, Alemanha, França, Espanha, Suíça, Irlanda, Uruguai e Estados Unidos da América. Em 2011 concluiu o Doutorado em Música na Universidade de Aveiro, sob orientação de Nancy Lee Harper, sendo bolseiro da Fundação Ciência e Tecnologia. Foi diretor artístico do ciclo Música no Museu realizado no Museu de Aveiro. Gravou, pela casa Númerica, um CD dedicado a música do tempo de D João VI com a soprano Isabel Alcobia, com o Ensemble Joanna Musica, outro CD, com a música setecentista dedicada a Princesa Santa Joana, e com a Orquestra Barroca do Amazonas o CD ” Dei due Mondi” . É membro do Conselho Científico do Núcleo de Estudos da História da Música luso-brasileira Caravelas. É membro do Conselho Editorial do Dicionário Biográfico Caravelas. Pós-doutorado em Música no CESEM Universidade Nova de Lisboa (2012-2014) com o apoio da Fundação Ciência e Tecnologia de Portugal. Tem artigos publicados nas revistas Opus e Música Hodie, e capítulos de livro publicados no Reino Unido, Portugal e Brasil. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), ESAT, departamento de música.

Em 1995 obteve o Diploma em Música (Piano) na Universidade de Música do Rio de Janeiro, tendo realizado paralelamente estudos de análise e direção coral na Pro-Arte (Rio de Janeiro) sob orientação de Carlos Alberto Figueiredo. Em 1999 conclui o Mestrado em perfomance de Cravo (Künstlerisches Aufbaustudium), orientado por Christine Daxelhofer na Hochschule für Musik Karlsruhe (Alemanha). Entre 1998 e 2000 frequentou o curso superior de Cravo dirigido por Olivier Baumont no Conservatoire National de Région de Rueil-Malmaison (Paris, França) tendo obtido com a qualificação máxima o diploma superior (Medaille d’Or à l’Unanimité). Em 2003 finalizou os seus estudos de cravo e baixo-contínuo sob orientação de Jörg-Andreas Bötticher, clavicórdio Jean-Claude Zehnder e direcção com Hans Martin Linde na Schola Cantorum Basiliensis, Escola Superior de Música Antiga de Basileia, Suíça. Em Fevereiro de 2004 concluíu o mestrado em Teoria da Música Antiga sob orientação do Prof. Doutor Dominique Muller e do Prof. Markus Jans na Schola Cantorum Basiliensis, tendo sido bolsista do Ministério da Cultura do Brasil. Em Outubro de 2004 foi finalista no concurso “Promusicis” realizado no Carnegie Hall em Nova Yorque, Estados Unidos. Tem realizado vários recitais a solo e com diversas orquestras e ensembles no Brasil, Portugal, Alemanha, França, Espanha, Suíça, Irlanda, Uruguai e Estados Unidos da América. Em 2011 concluiu o Doutorado em Música na Universidade de Aveiro, sob orientação de Nancy Lee Harper, sendo bolseiro da Fundação Ciência e Tecnologia. Foi diretor artístico do ciclo Música no Museu realizado no Museu de Aveiro. Gravou, pela casa Númerica, um CD dedicado a música do tempo de D João VI com a soprano Isabel Alcobia, com o Ensemble Joanna Musica, outro CD, com a música setecentista dedicada a Princesa Santa Joana, e com a Orquestra Barroca do Amazonas o CD ” Dei due Mondi” . É membro do Conselho Científico do Núcleo de Estudos da História da Música luso-brasileira Caravelas. É membro do Conselho Editorial do Dicionário Biográfico Caravelas. Pós-doutorado em Música no CESEM Universidade Nova de Lisboa (2012-2014) com o apoio da Fundação Ciência e Tecnologia de Portugal. Tem artigos publicados nas revistas Opus e Música Hodie, e capítulos de livro publicados no Reino Unido, Portugal e Brasil. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), ESAT, departamento de música.

Publicações:

Teoria e Prática do Baixo Contínuo em Portugal (1735-1820). 1. ed. Saarbrucken: Novas Edições Acadêmicas, 2017. v. 1. 424p .

O Cravo na Atualidade: Ensino, Repertórios e Práticas. 1. ed. Belo Horizonte: Selo Minas de Som. Escola de Música da UFMG, 2016. v. 1. 129p . ‘Música para Tecla de Marcos Portugal” pp 57-78.

Interpreting Historical Keyboard Music. 1ª. ed. Hampshire: Ashgate, 2013. v. 1. 315p . ” João Cordeiro da Silva, a Portuguese Galant Composer” pp 209-218.

Marcos Portugal: uma reavaliação. 1ª. ed. Lisboa: Edições Colibri/ CESEM, 2012. v. 10. 478p . “Os Solfejos para uso de suas Altezas Reais” pp 419-430.

 

Teoria e Prática do Baixo Contínuo em Portugal (1735-1820). 1. ed. Saarbrucken: Novas Edições Acadêmicas, 2017. v. 1. 424p .

O Cravo na Atualidade: Ensino, Repertórios e Práticas. 1. ed. Belo Horizonte: Selo Minas de Som. Escola de Música da UFMG, 2016. v. 1. 129p . ‘Música para Tecla de Marcos Portugal” pp 57-78.

Interpreting Historical Keyboard Music. 1ª. ed. Hampshire: Ashgate, 2013. v. 1. 315p . ” João Cordeiro da Silva, a Portuguese Galant Composer” pp 209-218.

Marcos Portugal: uma reavaliação. 1ª. ed. Lisboa: Edições Colibri/ CESEM, 2012. v. 10. 478p . “Os Solfejos para uso de suas Altezas Reais” pp 419-430.