(+351) 918832027/20
cesem@fcsh.unl.pt

Helder Filipe Gonçalves

COLABORADOR

Helder Filipe Gonçalves

Foto
Ver cv
Professor Auxiliar convidado
hfmpg@ubi.pt
Nota Biográfica:

Helder Filipe Gonçalves, nasceu em Castelo Branco em 1976. No Conservatório desta cidade terminou o Curso Complementar de Piano. Após uma passagem pela Escola de Jazz do Hot Clube Portugal, completou a Licenciatura em Composição na Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou com Christopher Bochmann, António Sousa Dias e António Pinho Vargas, entre outros. Terminou, mais tarde, uma Pós-Graduação em Tecnologias Educativas, pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa. Concluiu seminários de doutoramento em Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa, onde trabalhou numa tese relacionada com a música acusmática em contextos audiovisuais, orientado pelo Prof. Dr. Tomás Henriques. Após mudança para a Universidade da Beira Interior concluiu o Doutoramento em Ciências da Comunicação com uma tese sobre o som no cinema português contemporâneo, com a orientação do Prof. Dr. Vasco Diogo. É docente de Laboratório de Som e de Design de Som nos cursos de Cinema, Design Multimédia e de Desenvolvimento de Jogos Digitais da UBI. Tem leccionado Composição e A.T.C. nos Conservatórios da Covilhã, Fundão e Belmonte. Leccionou Orquestração, Formação Auditiva, Acústica e Som para Vídeo e Multimédia na ESART (IPCB). Nas suas composições é fácil encontrarmos intenções programáticas, assim como a influência da música para cinema e de processos estruturantes cinematográficos. Tende a valorizar a experiência do ouvinte como meio de enriquecer os resultados sonoros, metaforicamente e/ou nas relações com as imagens e a narrativa. Tem feito diversos arranjos, também música e som para filmes experimentais. Tem criado assiduamente sonoplastias e composições musicais para peças teatrais estreadas pelo Teatro das Beiras (Covilhã).

Publicações:

(2020) “Música social” e narrativa – o caso de Miles Ahead. in Cinema e Outras Artes IV. Covilhã: LabCom Books (no prelo)

(2020) Processos criativos no som para cinema em Portugal. in Actas do XI Congresso SOPCOM, Universidade da Madeira, Funchal (no prelo)

(2017) Propostas de Escuta no Cinema de Sandro Aguilar. in Actas das X Jornadas Cinema Em Português, UBI, Covilhã

(2014). Significação Musical: Heranças e Desafios. Revista online artciencia n.18 (ISSN 1646-3463).

 

Orientação:

Vasco Gabriel Bordalo Machado Crespo DiogoVasco Gabriel Bordalo Machado Crespo DiogoVasco Gabriel Bordalo Machado Crespo DiogoVasco Gabriel Bordalo Machado Crespo Diogo

Resumo:

A minha investigação procura perceber como hoje em dia em Portugal se aliam competências técnicas e criativas na área do som para cinema, como se processam as formações de equipas de trabalho em contextos de filmes mais “comerciais” ou  mais “autorais” e o peso que o som possui, desde a criação do guião até à pós-produção.

A minha investigação procura perceber como hoje em dia em Portugal se aliam competências técnicas e criativas na área do som para cinema, como se processam as formações de equipas de trabalho em contextos de filmes mais “comerciais” ou  mais “autorais” e o peso que o som possui, desde a criação do guião até à pós-produção.

A minha investigação procura perceber como hoje em dia em Portugal se aliam competências técnicas e criativas na área do som para cinema, como se processam as formações de equipas de trabalho em contextos de filmes mais “comerciais” ou  mais “autorais” e o peso que o som possui, desde a criação do guião até à pós-produção.

A minha investigação procura perceber como hoje em dia em Portugal se aliam competências técnicas e criativas na área do som para cinema, como se processam as formações de equipas de trabalho em contextos de filmes mais “comerciais” ou  mais “autorais” e o peso que o som possui, desde a criação do guião até à pós-produção.

Grupo de Investigação:

Música Contemporânea