(+351) 217908388, Ext.: 40337/38
cesem@fcsh.unl.pt

Caleidoscópio II – “Haskalah” Judeus na Música Alemã | Tânia Valente na Antena2

A Antena 2 apresenta, a partir de 2 de Outubro até ao final de Dezembro, a série do programa Caleidoscópio, intitulada “Haskalah” Judeus na Música Alemã, da autoria de Tânia Valente
Haskalah é a palavra hebraica para conhecimento, educação e iluminação (no sentido de esclarecimento). É utilizada para descrever um movimento originário da Alemanha do séc. 18 com o objectivo de alargar a vida social e intelectual dos judeus, de forma a que eles pudessem ocupar o seu lugar na sociedade ocidental. Até ao advento da “Haskalah” os judeus viviam em comunidades fechadas, ou guetos, e a música que praticavam era sobretudo a música das sinagogas e a música mais popular, hoje conhecida como “klezmer”.
A “Haskalah” foi um movimento de emancipação do povo judeu, e o grande filósofo e mentor da “Haskalah” foi Moses Mendelssohn, avô dos compositores Fanny e Felix Mendelssohn. Até ao séc. 19 são muito raros os registos de compositores e músicos judeus fora das comunidades judaicas. Por isso, este movimento permitiu que surgissem compositores judeus, como os Mendelssohn, Offenbach, Meyerbeer, Mahler, Schönberg, entre outros, que o programa dará a conhecer.
Numa série de 13 programas, Haskalah percorre a história de compositores de origem judaica na Alemanha, desde o advento do iluminismo judaico até ao pós-guerra, passando pelos ataques anti-semitas de que foram alvo, que levaram à clasificação da sua música como “arte degenerada” e que culminaram no aprisionamento de muitos talentos, nomeadamente no campo deconcentração de fachada cultural em Theresienstad.
Próximos episódios (domingo 22h, quarta 13h e sábado 5h):
Ep. 10 | 4 dezembro, Arte degenerada
Ep. 11 | 11 dezembro, Kurt Weill
Ep. 12 | 18 dezembro, Música em Theresienstadt

Ep. 13 | 25 dezembro, Pós-guerra: vanguarda e música de intervenção

Para ouvir os episódios anteriores, clique aqui.