(+351) 918832027/20
cesem@fcsh.unl.pt

Mesa redonda com investigadores CESEM nos XIII Encontros de Musicologia Histórica: Paula Gomes-Ribeiro, André Malhado e Heloísa Valente

Paula Gomes-Ribeiro, André Malhado e Heloísa Valente formaram a mesa redonda sobre Musicologia e Cibercultura, que encerrou os XIII Encontros de Musicologia Histórica, promovidos pelo Centro Cultural Pró-Música da Universidade Federal de Juiz de Fora, este ano sob o tema “Musicologia em tempos de crise: retrospectivas e perspectivas”. O evento decorreu entre 21 e 23 de novembro e podia ser visualizado online.

Estes encontros se converteram num importante espaço para a veiculação e discussão da mais recente produção académica e científica no âmbito da musicologia luso-brasileira. Considerando-se o amplo espectro da musicologia como estudo da música em todas as suas manifestações, perspectivas e interações com as diversas áreas do conhecimento humano, o XIII Encontro mantém o seu vínculo primordial com a musicologia histórica, assim como se abre para a dimensão da musicologia sistemática e para a compreensão de elementos a priori externos ao material tradicional da produção musical, mas hoje essenciais à sua criação, execução, difusão e apreciação.

Tal discussão torna-se fundamental ainda mais em 2020, quando uma crise de proporções globais e inusitadas, decorrente da pandemia do novo coronavírus, afeta o planeta, gerando incertezas, a necessidade de novos paradigmas sócio-políticos, des(re)estruturando toda a produção cultural, artística e musical. Neste contexto, o XIII Encontro assume o desafio de discutir a “Musicologia em tempos de crise: retrospectivas e perspectivas”.

O hoje, o ontem e o amanhã se fundem em três mesas redondas que discutirão as vertentes histórica e sistemática, o local e o global, como os desafios da musicologia no cenário da pandemia, a trajetória do cravo no Rio de Janeiro do século XX, as múltiplas e prolíficas interseções da musicologia (e da música) com o universo da cibercultura.

Contando com pesquisadores de referência nos temas abordados, o XIII Encontro assumiu, diante das demandas da saúde pública, um formato virtual e online, e realizou-se em três dias consecutivos. Na presente edição, pelos desafios de uma nova plataforma de execução e transmissão, as sessões temáticas com comunicações inscritas não foram realizadas.

Diante do novo, o XIII Encontro de Musicologia Histórica se reinventou, mas preservou a sua essência de refletir, discutir e propor caminhos para o fortalecimento de uma disciplina fundamental para a compreensão dos caminhos trilhados pela humanidade.

O Encontro foi transmitido abertamente no canal da UFJF no Youtube: tvufjf (https://www.youtube.com/tvufjf).