(+351) 918832027/20
cesem@fcsh.unl.pt

Resvés Ópera

Resvés Ópera

Ciclo de Conversas

2020-21

Linha de Estudos de Ópera

Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical

Em tempos de pandemia, apetece dizer que foi “resvés ópera”. E é disso mesmo que se trata nestes encontros: de perigos e limiares, de viragens e alianças, de metamorfoses e transgressões.

Apesar do transtorno e da incerteza, a vitalidade do género operático parece hoje indiscutível. Talvez porque, em mais do que um sentido – e desde logo no que toca ao seu conceito e à sua existência – a ópera sempre aconteceu “por pouco” ou “por um triz” ou “mesmo à justa”.

Ao darmos este título a este ciclo de conversas, pretendemos também sublinhar o jogo, que sempre existiu e que hoje se intensifica em inúmeras direcções, entre a ópera, o teatro, a música, a dança, a performance, a instalação, a arquitectura, o cinema, o vídeo e as artes multimédia.

Cada um destes encontros terá como ponto de partida um evento ou objecto particulares (uma produção, um disco, um livro, uma edição, uma instalação), que servirá de mote para uma conversa, envolvendo artistas, compositores/as, intérpretes, encenadores/as, cineastas, programadores/as ou musicólogos/as.

Organizados no âmbito da Linha de Estudos de Ópera do CESEM, estes encontros terão lugar, ao longo da temporada/ano lectivo de 2020/21, em plataformas digitais.

Resvés Ópera # 1 | Conversa sobre ``7 Deaths of Maria Callas`` de M. Abramović

Marina Abramović, ‘a avó da arte performática’, é fascinada pela personagem e pelo trabalho da soprano Maria Callas desde sua infância. Com o passar do tempo, Marina percebeu que ambos aspectos têm muito em comum. O resultado desta afeição é o projeto de ópera 7 Deaths of Maria Callas de Abramović sobre a famosa diva e suas mortes no palco (La Traviata, Otello, Tosca, Madama Butterfly, Carmen, Lucia di Lammermoor, Norma). No entanto, 7 Deaths é principalmente sobre a própria Abramović, sua arte, seu próprio status de diva, sua ascensão na cena artística internacional, suas performances, sufocações, sentar imóvel, se despir, seu corpo e voz, seus relacionamentos infelizes.

7 Deaths of Maria Callas teve sua estreia mundial em 1º de setembro de 2020 na Bayerische Staatsoper. Nele, sete cantores cantam sete árias de óperas de Verdi, Puccini, Bizet, Bellini e Donizetti. O compositor Marko Nikodijević está por trás do tecido musical que abre e termina a peça e conecta suas partes internas.

Resvés – Série de conversas Ópera é uma iniciativa da Linha de Estudos de Ópera do CESEM. Apesar da inconveniência e incerteza, a vitalidade da ópera parece hoje inquestionável. Perigos e limiares, metamorfoses e transgressões são nossos pontos de interesse no mundo da ópera.

Resvés – Ópera começa com uma conversa online entre Marina Abramović, Marko Nikodijević com a moderação de Jelena Novak.

15 de outubro de 2020. 15h00 (Hora de Lisboa)

Resvés Opera # 2 | Conversation about “Twilight: Gods”, a drive-in adaptation of Wagner’s Götterdämmerung by Yuval Sharon

Yuval Sharon has amassed an unconventional body of work that expands the operatic form. He is founder and Artistic Director of The Industry in Los Angeles and the newly appointed Artistic Director of Detroit’s Michigan Opera Theatre.

His first production in Detroit, Twilight: Gods, an adaptation of Wagner’s Götterdämmerung, is a one-of-a-kind operatic experience inside the Detroit Opera House Parking Center. Part live performance, part immersive installation, audiences remain in their cars to experience scenes from the final opera of Wagner’s Ring Cycle on various levels of the parking structure.

Taking this production as a starting point, Yuval Sharon will discuss opera’s post-pandemic revival in a conversation with Luís Soldado and João Pedro Cachopo.